POESIAS

Era sábado à noite

E ela dançava sozinha na sua casa

Ao som da sua música favorita

Vestindo seu querido pijama velho 

Girava em êxtase

Com uma taça de vinho nas mãos

Sendo conduzida por sua própria presença

Livre

Sublime

Serena
 

Palavras mofadas

Pelo tempo

Secavam

No varal dos meus dias


 

Hoje os seus olhos estavam especialmente lindos

Havia algo indecifrável em sua maneira de mirar o tempo

Estava mais alegre que o normal

Mais desejável

Mais pleno

Mais…

Você


 

Cafuné

É carinho

com cheirinho

de café


 

 

E as palavras dançam dentro de mim

Como bruxas ao redor de uma fogueira

Eu queimo

E elas me hipnotizam


 

Relaxa

Não era pra ser amor

Era só pra ser

Saudade


 

me

tempera

com

o

sal

da

tua

boca

doce


 

Outras poesias estão disponíveis no meu instagram.

Acesse: @vitoriaagataoficial